Modi convida o Papa Francisco a visitar a Índia

Primeiro-ministro indiano esteve reunido durante quase uma hora com o líder da Igreja Católica que nunca escondeu o seu desejo de visitar o país de maioria hindu.

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, convidou este sábado o Papa Francisco a visitar a Índia, um país de maioria hindu. Este é um convite que o líder da Igreja Católica procurava há muito.

Modi, que está em Itália para a cimeira do G20, convidou o Papa durante um encontro de quase uma hora no Vaticano -- muito para lá dos 20 minutos que estavam previstos.

"Tive um encontro muito caloroso com o Papa Francisco. Tive a oportunidade de discutir um leque alargado de assuntos com ele e também convidá-lo a visitar a Índia", escreveu Modi no Twitter, partilhando imagens do encontro.

O Papa já tinha vindo a público dizer que queria visitar a Índia e, segundo o site de notícias religioso Crux, o Vaticano já terá há vários anos um esboço da eventual visita.

Francisco quer visitar o segundo país mais populoso do mundo para promover a defesa da liberdade religiosa.

Os ativistas alegam que as minorias na Índia tem enfrentado níveis cada vez maiores de discriminação e violência desde que o partido nacionalista hindu de Modi, o Partido do Povo Indiano, chegou ao poder em 2014.

Apesar de os muçulmanos, que representam cerca de 14% da população, terem sido o alvo principal, os cristão, que são apenas 2%, também têm denunciado um aumento dos ataques violentos.

A última visita papal à Índia foi feita por João Paulo II, em 1999.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG