Ministro alemão salienta "determinação férrea" da NATO e EU contra agressões à Ucrânia

Christian Linder, ministro das finanças alemão, não explicou o tipo de reação, para impedir Moscovo de se preparar taticamente.

O ministro das finanças alemão avisou este domingo que a NATO e a União Europeia iriam enfrentar com "determinação férrea" qualquer agressão russa contra a Ucrânia, recusando-se a explicar o tipo de reação, para impedir Moscovo de se preparar taticamente.

"Uma violação da integridade territorial da Ucrânia seria enfrentada pela União Europeia, pela nossa aliança de defesa, NATO e por nós com determinação férrea", assegurou Christian Linder, citado pela Efe, numa entrevista à emissora privada NTV.

O governante alemão não quis adiantar mais detalhes sobre uma possível reação da União Europeia e da NATO contra a Rússia, explicando que o adversário deve ser apanhado desprevenido.

"Onde atingiríamos o alvo, com respeito ao governo russo e àqueles que o apoiam, é algo que não deveria ser discutido publicamente", referiu, salientando que o Kremlin não deveria cometer o "erro" de acreditar que não há unidade no Ocidente.

O Chanceler alemão Olaf Scholz viaja este domingo para Washington, onde se encontrará com o presidente dos Estados Unidos da América, Joe Biden, na segunda-feira, para discutir as tensões em torno da Ucrânia.

No dia 15, Olaf Scholz deverá encontrar-se com o presidente russo, Vladimir Putin, em Moscovo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG