La Palma regista o sismo mais forte desde a erupção

O terramoto de magnitude 5.1 na escala de Richter ocorreu às 7:24, com o seu epicentro na zona de Cumbre Vieja no município de Villa de Mazo e o seu foco a uma profundidade de 39 quilómetros.

A ilha de La Palma registou hoje de manhã um sismo de magnitude 5.1 e intensidade IV, o mais forte de todos os que se registaram nesta ilha das Canárias desde o início da crise sísmica que antecedeu a erupção.

Segundo o Instituto Nacional Geográfico (IGN), o terramoto ocorreu às 7:24 da manhã (a mesma hora em Lisboa), com o seu epicentro na zona de Cumbre Vieja no município de Villa de Mazo e o seu foco a uma profundidade de 39 quilómetros.

A IGN não tem conhecimento de qualquer dano, mas foi largamente sentido em toda a ilha e também em El Hierro, La Gomera e Tenerife.

Desde a meia-noite de sexta-feira à noite, a IGN registou 58 terramotos com uma magnitude superior a 2 na ilha de La Palma.

A erupção começou a 19 de setembro e, desde então, a lava já cobriu quase 900 hectares de terreno, destruindo cerca de dois mil edifícios. Mais de sete mil pessoas tiveram que deixar as suas casas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG