Kiev alerta sobre nova ofensiva da Rússia contra Bakhmut no Donetsk

As forças ucranianas admitem que a Rússia controla mais de 2.500 povoações na mesma região.

O Estado-Maior da Ucrânia alertou esta quarta-feira sobre uma suposta nova ofensiva da Rússia contra Bakhmut, na região do Donetsk, destinada a controlar a cidade do leste do país e tomar a central elétrica de Vuglegirskaya.

As tropas russas efetuaram na última noite uma série de ataques em Bakhmut, assim como em Sumy, no norte da Ucrânia, de acordo com um documento divulgado pelo portal oficial Ukrinform, de Kiev.

No que diz respeito a Bakhumt o objetivo é, segundo a mesma fonte, alcançar o controlo da cidade e, ao mesmo tempo, tomar a central elétrica.

Segundo Kiev, as forças russas lançaram ataques contra várias povoações da zona com peças de artilharia de campanha e blindados.

Entre os objetivos de Moscovo esteve uma base em Pokrovske, a 10 quilómetros de Bakhumt, cidade estratégica onde se situa um eixo de comunicações rodoviárias de Donetsk em direção a grandes núcleos urbanos como Kramatorsk.

Anteriormente, as autoridades ucranianas declararam que as forças de Kiev reconquistaram, desde o início da invasão (24 de fevereiro), um total de mil povoações que tinham sido tomadas pela Rússia.

No entanto, as forças ucranianas admitem que a Rússia controla mais de 2.500 povoações na mesma região.

O Ministro da Defesa da Ucrânia, Oleksii Reznikov, afirmou que Kiev precisa de apoio "externo" para conseguir derrotar a Rússia, no terreno.

Entretanto, a administração pró-russa no leste da Ucrânia disse que o Exército de Kiev bombardeou, pelo segundo dia consecutivo, a ponte de Antinivka, sobre o rio Dnieper, perto da cidade de Kherson.

Kriril Stremousov, da administração pró-russa, afirmou que a ponte foi atingida por 11 projéteis mas o trânsito continua a circular. ???

A ponte, de 1,4 quilómetros, é a única via de abastecimento para as tropas russas em Kherson,

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG