Homem ataca polícias com arma branca "em nome do profeta"

Um dos agentes foi salvo pelo colete à prova de balas. O atacante foi neutralizado e está em estado grave.

Quatro polícias franceses foram atacados esta segunda-feira em frente à esquadra de Cannes por um homem que empunhava "uma arma branca" e que disse ter agido "em nome do profeta", disseram à France Presse fontes policiais.

Cerca das 06:30 (05:30 em Lisboa) em frente à esquadra da cidade, o atacante abriu a porta do veículo de serviço que se encontrava estacionado e "desferiu um golpe ao nível do tórax" ao polícia que estava sentado ao lado do condutor.

De acordo com as fontes da polícia de Cannes, sudeste de França, este agente foi "salvo porque usava um colete antibala".

"O agressor foi neutralizado", disse o ministro francês do Interior, Gérald Darmanin, através de uma mensagem difundida através da rede social 'Twitter', uma atualização de uma anterior em que indicava que o polícia tinha ficado ferido e que o atacante tinha sido neutralizado.

O agressor, um argelino de 37 anos, desconhecido das autoridades, ficou gravemente ferido, depois de um doas polícias atacados ter disparado três vezes.

As autoridades estão a tratar o caso como possível ataque terrorista.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG