Donald Trump e Melania foram vacinados em janeiro antes de saírem da Casa Branca

Longe das câmaras e antes de saírem da Casa Branca, o ex-presidente dos EUA e a mulher receberam a vacina contra a covid-19. Só agora é que a informação foi tornada pública.

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a mulher, Melania, foram vacinados contra a covid-19 em janeiro quando ainda estavam na Casa Branca, revelou uma fonte próxima do magnata republicano.

Ao contrário do seu sucessor, o democrata Joe Biden, que foi vacinado em frente às câmaras de televisão a 21 de dezembro, Trump nunca revelou ter sido vacinado contra a infeção provocada pelo novo coronavírus.

"O presidente Trump e a primeira-dama foram vacinados na Casa Branca em janeiro", afirmou à AFP uma fonte próxima do ex-presidente, sem dar mais pormenores sobre o caso.

A revelação desta informação surge depois de, no domingo, o republicano ter apelado, pela primeira vez, aos seus apoiantes para que recebessem a vacina.

No seu primeiro discurso público desde que deixou a presidência norte-americana, a 21 de janeiro, afirmou que "todos deveriam ser vacinados" contra a covid-19, que já fez mais de meio milhão de mortes no país.

"A vacina não é nada dolorosa, por isso todos vocês deviam ir tomá-la", enfatizou o ex-presidente dos EUA na Conferência sobre Ação Política Conservadora, na Florida.

O apelo de Trump gerou um certo alívio social, já que muitos dos seus apoiantes são céticos em relação às vacinas. Aliás, durante a sua administração, o republicano desvalorizou em algumas ocasiões a gravidade da pandemia e as medidas restritivas para conter a propagação do vírus.

De referir que no início de outubro, Donald Trump testou positivo à covid-19 e chegou a ser hospitalizado por vários dias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG