China inaugura maior planetário do mundo em Xangai

A China inaugura hoje aquele que é o maior planetário do mundo, localizado nos arredores da cidade oriental de Xangai, anunciou a imprensa local.

O novo Museu de Astronomia de Xangai, sob a alçada do Museu de Ciência e Tecnologia, tem cerca de 58 600 metros quadrados e começou a ser construído no final de 2016.

Situado num parque a cerca de 55 quilómetros do centro da cidade, o complexo tem design inspirado em elementos astronómicos e conta com mais de 300 exposições.

Entre elas está uma em que os visitantes podem "passear" pelo sistema solar e ver o passado e o presente da Terra, da Lua, do Sol e outros astros, e ainda cerca de 70 fragmentos de meteoritos e trabalhos originais de Galileu e Isaac Newton, destacou o portal de notícias Shine.

Para além do edifício principal, o complexo inclui várias estruturas secundárias, incluindo um centro de investigação e dois observatórios. No pavilhão de exposições, os visitantes poderão ver fragmentos de dezenas de meteoritos, além de artefactos da Lua, Marte e do asteróide Oeste. A coleção apresenta obras originais de Newton, Galileu, Copérnico e outros cientistas.

Com base no planetário, programas educacionais serão organizados usando tecnologias avançadas, como visualização de dados, realidade aumentada e inteligência artificial. O edifício principal é formado por três estruturas separadas que se assemelham a corpos celestes, que juntas formam um instrumento astronómico gigante para rastrear o tempo com base na mudança de luz e sombras.

Cerca de 3000 pessoas visitarão hoje o museu antes de abrir as portas amanhã, domingo, ao público em geral, com uma limitação de 6000 visitantes diários.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG