Avanço da lava obriga a evacuar mais zonas em La Palma

As autoridades da ilha espanhola de La Palma ordenaram a evacuação de diversas zonas, devido à previsão de avanço da lava do vulcão Cumbre Vieja para noroeste aproximando-se do limite do perímetro já evacuado.

Foi decidida a ativação em várias zonas de Los Llanos de Aridane do nível dois do Plano Especial de Proteção Civil e Atenção a Emergências por Risco Vulcânico na Comunidade Autónoma das Canárias (Pevolca), que estipula que, a partir das 13:00 e até às 19:00 locais (das 12:00 às 18:00 em Lisboa), as pessoas afetadas por esta ordem de evacuação abandonem as suas habitações, com os seus pertences e animais domésticos, e se dirijam ao ponto de reunião indicado.

Até agora, cerca de 800 pessoas já cumpriram esta ordem, e, segundo as autoridades, será permitido às pessoas que não puderem recolher, esta terça-feira, os seus pertences que o façam nos próximos dias, de forma gradual e acompanhadas, sempre que as condições de segurança o permitirem.

É também pedido aos habitantes que colaborem com as forças de segurança na evacuação, mantenham a calma e não propaguem rumores infundados, fechem todas as janelas e portas exteriores, baixem as persianas e fechem o abastecimento de água, gás e eletricidade.

A corrente de lava do vulcão Cumbre Vieja, que entrou em erupção a 19 de setembro, continua a avançar lenta mas inexoravelmente, ameaçando centros urbanos, e os técnicos de emergência vão elaborar um mapa de perigo relacionado com o rumo que a lava poderá tomar.

O mapa foi pedido pelo diretor técnico do Pevolca, Miguel Ángel Morcuende, que também precisou que o número de pessoas retiradas de Los Llanos de Aridane pode variar, porque muitos vizinhos já tinham abandonado a zona anteriormente, há dias, e retirado os respetivos pertences de suas casas, antecipando que pudesse acontecer alguma coisa.

A porta-voz científica do Pevolca, María José Blanco, indicou também que nas últimas horas aumentou o sinal de tremor vulcânico, o que em princípio indica que há um maior conteúdo de gás no magma que está a sair da cratera.

Entretanto, o aeroporto de La Palma continua operacional, mas registou 11 cancelamentos de voos e atrasos, segundo fontes da Aeroportos Espanhóis e Navegação Aérea (AENA), citadas pela agência de notícias espanhola Efe.

Por seu lado, a Binter - companhia aérea que assegura uma boa parte das ligações do arquipélago das Canárias com a Espanha continental - indicou nas redes sociais que os seus voos com La Palma continuam agendados e, de facto, os primeiros previstos para hoje, com a Grande Canária, já aterraram. Ainda assim, a companhia pede aos passageiros que consultem o estado do seu voo antes de se dirigirem para o aeroporto.

Nos painéis informativos do aeroporto de La Palma, situado em Mazo, era visível o cancelamento de, pelo menos, quatro voos de diferentes companhias aéreas correspondentes à rota da ilha com Madrid.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG