15 mortos em incêndio em fábrica de explosivos na Rússia

O fogo ocorreu numa empresa especializada no fabrico de explosivos industriais para uso civil.

DN/Lusa
Imagem de arquivo© Global Imagens

Quinze pessoas morreram em resultado de um incêndio numa fábrica de explosivos na região russa de Ryazan, cerca de 200 quilómetros ao sul de Moscovo, informaram os serviços de emergência russos.

"Quinze pessoas morreram, uma pessoa foi hospitalizada com queimaduras graves e uma outra continua desaparecida", avançou o governo regional em comunicado.

O relatório anterior das autoridades apontava para sete mortos e nove desaparecidos.

De acordo com o ministério das Situações de Emergência russo, o incêndio ocorreu "no final de um processo tecnológico", numa empresa especializada no fabrico de explosivos industriais para uso civil.

Mais de 170 elementos do serviço de socorro foram enviados para o local.

"Não existe ameaça para a população" das localidades vizinhas, declarou o ministério.

O incêndio terá sido provocado devido à má aplicação de "processos tecnológicos" e "normas de segurança", segundo fonte da polícia, citada pela agência de notícias Interfax.