Alemanha triplica contágios numa semana

As autoridades sanitárias alemãs registaram nas últimas 24 horas 36 552 novas infeções por covid, quase três vezes que há uma semana.

Segundo dados do Instituto de Virologia Robert Koch (RKI), atualizados esta madrugada, há 36 552 novas infeções por covid nas últimas 24 horas. Um número que contrasta com as 12 515 verificadas há uma semana, embora estes últimos não sejam considerados completamente realistas devido desfasamento de registos no Natal.

A incidência acumulada a sete dias ascendeu a 362,7 novos contágios por cada 100 mil habitantes, face aos 335,9 divulgados no sábado e 222,7 de há sete dias,

Nas últimas 24 horas morreram 77 pessoas, o que faz com que o total desde o início da pandemia ascenda a 113 977.

Os contágios na Alemanha estão em contínua ascensão desde o final do ano e alcançaram de novos os níveis médios de dezembro, quando o país estava imerso na quarta vaga, o que os peritos atribuem à expansão da variante Ómicron.

Esta madrugada entrou em vigor a classificação de quase 40 novos países como territórios de alto risco, com a qual a lista do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Alemanha abarca já mais de 100 estados em todo o mundo. Portugal já estava na lista.

Entre os novos abrangidos pela lista, contam-se países europeus como a Estónia, França, Luxemburgo, Países Baixos e Suécia, e vários estados sul-americanos, nomeadamente Argentina, Bolívia, Panamá e Uruguai.

A classificação implica que quem chegue à Alemanha procedente destes territórios deva cumprir dez dias de quarentena - que podem reduzir-se a cinco, com um teste negativo - se não estiverem vacinados com o esquema completo ou superado já uma infeção.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG