O DN fez 154 anos, e a Praça do Município encheu-se

Durante o dia, foram as crianças do BomBaça e os cantores de Elvas com as roncas. Ao final da tarde, a fadista Sara Correia cantou o fado da cidade onde o jornal nasceu

O palco DN, que este fim de semana continuou o ciclo de entrevistas e concertos que fazem parte da programação do eventos Histórias DN/Kia, comemorou também na Praça do Município o aniversário do Diário de Notícias.

Ao início da tarde, a entrevista ao jornalista Miguel Somsen, famoso pelo seus "resumos da semana [e do ano] para totós" no Facebook e pela sua visão crítica das redes sociais. De todas elas, e de como o mundo de hoje passa pelo ecrã dos telemóveis e até sobre as transformações a que esta nova realidade obrigou o jornalismo.

Ao longo do dia, a praça encheu-se para assistir à atuação do grupo de crianças que fazem parte do grupo de tambores BomBaça e os cantores de Elvas trouxeram as músicas de Natal acompanhadas pelo som das roncas. .

Cantar para Lisboa, "a melhor prenda"

"Só tive uma prenda no Natal (já não sou uma criança) mas posso dizer-vos que esta foi a melhor prenda que recebi. Cantar para a minha cidade de Lisboa", diria a cantora de Marvila a meio do concerto. Gritou-se "fadista" bem alto e várias vezes durante a atuação de Sara Correia.

Ferreira Fernandes, diretor do Diário de Notícias, falou sobre a história do jornal e de como Lisboa lhe deve tanto, pelo menos um século e meio de histórias, comemorados este sábado no centro da sua cidade.

Ler mais

Exclusivos