Premium Marcelo, as presidenciais e o CDS-PP: uma fratura muito exposta

Lobo Xavier ameaça deixar o CDS se o partido não apoiar "rapidamente" a recandidatura presidencial de Marcelo Rebelo de Sousa. "Chicão", na resposta, pede ao PR que se deixe de "ambiguidades"

Há quem ainda se lembre: a certa altura, no congresso, em Aveiro, que elegeu Francisco Rodrigues dos Santos como líder do CDS-PP, em maio passado, um dirigente madeirense do partido - atualmente presidente da Assembleia Regional -, José Manuel Rodrigues, defendeu, ao discursar aos congressistas, que o partido devia muito claramente expressar o seu apoio a uma candidatura presidencial de Marcelo Rebelo de Sousa.

Em troca, os congressistas devotaram-lhe...um profundo silêncio. Não houve uma única alma presente naquele conclave centrista a quem tivesse ocorrido a hipótese de aplaudir aquela ideia ao dirigente madeirense. Sendo certo que também ninguém apupou a verdade é que o silêncio das bases do CDS-PP presentes em Aveiro sinalizou bem que o partido está muito desgostoso com a forma como Marcelo Rebelo de Sousa tem exercido o mandato presidencial. Sendo que, em 2016, o CDS-PP apoiou formalmente a sua candidatura.

Ler mais

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG