Roteiro de concertos para receber o novo ano a dançar

Ainda sem planos para a passagem de ano? Aqui ficam algumas sugestões para concertos ao vivo em Lisboa e Porto.

Xutos, Ornatos e fogo-de-artifício

Para a noite da passagem de ano foram convidadas duas bandas que em 2019 festejaram um aniversário redondo: os Xutos & Pontapés, ainda a celebrar quatro décadas de uma carreira passada em revista neste espetáculo, e os Ornatos Violeta, que regressaram aos palcos para festejar os 20 anos do lançamento do álbum O Monstro Precisa de Amigos e agora se despedem deles "com um último concerto", para o qual prometem uma "grande festa". Como habitualmente, à meia-noite, haverá um espetáculo de fogo-de-artifício, que será lançado desde o rio Tejo.

Terreiro do Paço, Lisboa, 21.30. Entrada livre

Festa Royal Palace

O Pavilhão Carlos Lopes volta a receber esta (mega)festa, com capacidade para mais de quatro mil pessoas. Com passadeira vermelha e dress code "de gala", a banda sonora será feita ao ritmo do funk, do hip hop e do R&B. O estatuto de cabeças-de-cartaz cabe aos Putzgrilla, a banda lisboeta responsável por êxitos como Sentadinha e Squeeze Me. A festa continua depois noite fora ao som de Sofazinho e do DJ Pedro Machado, que se vai fazer acompanhar do MC Marcinho para animar as hostes.

Pavilhão Carlos Lopes, Lisboa, 20.30 (jantar) e 22.30 (festa). 45 € a 75 €

Pecado Capitólio

Os vícios e os pecados dão o mote para esta festa, em que a música é a única penitência possível - ou talvez não, porque o groove vai ser irresistível e a carne, já se sabe, ao ritmo certo, sempre fraqueja. E esse não vai faltar, com nomes como DJ Vibe, Xinobi e Funkamente ao comando de uma noite que conta ainda com a festa dos Indiefrente.

Capitólio, Lisboa, 23.00. 40 €

Ritmos africanos no Ferroviário

O convidado de honra desta última noite com vista para o Tejo é garantia de uma festa para mais tarde recordar. Trata-se nada mais nada menos que o mítico Bonga, que trás o ritmo e o calor angolano até ao mais famoso terraço de Santa Apolónia. No andar de baixo, na Sala TGV, os pratos de DJ vão estar a cargo de Celeste Mariposa.

Clube Ferroviário, Lisboa, 21.00. 35 €

Bailacobaco

O nome desta festa remete para os animados ambientes dos bailes brasileiros, com a pista sempre em plena ebulição durante toda a noite. Também por cá vai ser assim, com uma festa ao som de funk canarinho, hip hop de todo o lado, dance hall ao estilo jamaicano e o que mais aprouver aos DJ, papel entregue a Shaka Lion, mestre-de-cerimónias de uma noite que contará ainda com a dupla Equipe Explosão e a participação de DJ Firmeza e de DJ Maboku, dois nomes de proa da nova batida da Grande Lisboa arquitetada pela editora Príncipe.

Gate 67, Lisboa, 23.00. 30 €

Réveillon Brut

Não é a combinação mais usual, mas na fábrica e tap-room da Musa vai misturar-se cerveja com champanhe. Confuso? Nem por isso, trata-se apenas de uma nova criação da cervejeira lisboeta, a David Brut, criada precisamente a pensar na festa da passagem de ano, que terá a curadoria de David Bruno. Além de um concerto do músico nortenho, que interpretará ao vivo um tema inspirado por esta nova cerveja, a festa contará ainda com os DJ set de António Bandeiras e do Homem do Robe.

Musa, Lisboa, 22.30. 20 €

O Melhor Fim do Mundo do Ano

O nome diz tudo. Trata-se de um regresso às origens dos míticos, lendários e icónicos Irmãos Catita, cujos concertos de ano novo são igualmente adjetiváveis da mesma forma. Vão ser quatro horas de espetáculo, com a presença de convidados especiais como David Almeida, a interpretar o pequeno Noddy Nelson, Miss Manu de La Roche ou Elvis, o Urso e ainda números de ventriloquismo com pato Conald, Tony Barracuda e Pénis Russos.

Teatro a Barraca, Lisboa, 23.00. 20 €

Réveillon Venga Venga

A dupla brasileira é a anfitriã desta passagem de ano "bacanal tropical queer", que, além da eletrónica a cargo dos próprios Venga Venga, inclui ainda um baile de fantasias surrealistas e diversas instalações cenográficas.

Musicbox, Lisboa, 23.00. 15 €

Réveillon Anda-Ground

"Num planeta onde o rock'n'roll está a ser dizimado, numa cidade na qual a especulação imobiliária está a destruir todos os espaços onde nos sentimos em casa... Nós não nos renderemos!" Assim se apresenta esta festa de passagem de ano "mais alternativa de Lisboa", organizada em parceria com a promotora Bode Respiratório e a editora Exotic Underground. Quanto à música, estará a cargo de gente como The Dirty Coal Train, Cows Caos, Pás de Problème, Casal Ventoso, Ema Thomas e DJ Bunny O'Williams.

Titanic Sur Mer, Lisboa, 23.00. 20 €

Passagem de Ano Casino de Lisboa

Como habitualmente, o ciclo de concertos Arena Live de 2019 termina na noite da passagem de ano, que neste ano terá como cabeça-de-cartaz o músico e cantor angolano Matias Damásio. Antes, atua ainda a banda Miss Manouche e as 12 badaladas serão celebradas com o mestre-de-cerimónias da noite, Jorge Serafim. Após a atuação de Matias Damásio, a festa continua ao som do DJ Rui Remix.

Casino de Lisboa, Lisboa, 22.30. Entrada livre

Concertos em Almada

Como já é tradição, a festa da passagem de ano em Almada volta a ter como cenário o Tejo e a fragata D. Fernando II e Glória, em Cacilhas. A primeira a subir ao palco é Ana Bacalhau e, depois do habitual espetáculo de fogo-de-artifício no meio do rio, a música continua já em 2020 ao som de Boss AC.

Cais de Cacilhas, Almada, 22.30. Entrada livre.

Animação na Avenida dos Aliados

No Porto, já é tradição, o réveillon é celebrado na Avenida dos Aliados, ao som de músicos da cidade, com o pontapé de saída a ser dado por Tiago Nacarato, um artista de origem brasileira aqui nascido e criado, que neste ano lançou o álbum de estreia, Lugar Comum. Já em 2020, depois do fogo-de-artifício, lançado a partir do edifício da câmara municipal, é a vez de Miguel Araújo subir ao palco. A festa continua depois com a dupla de DJ portuenses Gonçalo Mendonça e Francisco Aires Pereira. Como também já é habitual nos últimos anos, haverá ainda mais dois palcos, um na Praça dos Poveiros e outro no Largo Amor de Perdição, junto à Cordoaria, com DJsets até às 04.00.

Avenida dos Aliados, Porto, 21.30. Entrada livre

Baile do Ipiranga

É no Porto, mas poderia ser algures no Brasil, esta "virada do ano", como se diz no país irmão do outro lado do Atlântico, com mais uma edição deste Baile do Ipiranga, que junta a música de lá com a de cá. O cartaz é composto por Bamba Social, João Dinis, Torres e DJ Farofa.

Ateneu Comercial, Porto, 23.00. 35 €

Passagem de ano na Casa da Música

Já é um clássico na Cidade Invicta, a passagem de ano na Casa da Música divide-se por dois espaços, com jantares incluídos. No restaurante, a música estará a cargo do Quarteto de Cristiana Santos, enquanto no bar a animação está por conta das DJ Kombikats - que depois da meia-noite sobem para o restaurante.

Casa da Música, Porto, 20.00. 110 € e 145 €

À Noite no Teatro

Depois do sucesso da primeira edição, há um ano, a peça que dá nome à festa volta a estar em cena por uma única noite no Teatro Sá da Bandeira, mas a animação não se fica por aqui, continuando depois noite fora ao som de Branko, Bernard, Carlos Bessa, Henri Josh e DJ Ricardo Reis.

Teatro Sá da Bandeira, Porto, 23.30. 35 € a 50 €

Take Off

Tendo como cenário a bonita Quinta de Santo António, em Paranhos, esta festa tem como estrelas convidadas Jimmy P. e Favela Lacroix para dar música aos cerca de quatro mil convivas esperados. Depois dos concertos haverá ainda "vários DJ da cidade" para prolongar a animação noite adentro.

Quinta de Santo António, Porto, 23.00. 35 € a 40 €

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG