Premium A história de 'ódio' de Mário Machado e o Facebook

Consultora da rede social em Portugal pediu proteção policial por ameaças de Machado, cuja organização Nova Ordem Social foi denunciada por suspeita de "crimes contra a liberdade pessoal".

No dia em que se realizou em Lisboa a polémica conferência europeia de extrema-direita, a 10 de agosto, um funcionário da consultora que monitoriza em Portugal os perfis da rede social Facebook denunciou à PSP que, em frente às instalações da empresa, tinham sido penduradas duas tarjas, com inscrições interpretadas como ameaçadoras para os funcionários.

Nas faixas de cor preta, que foram colocadas na avenida junto da sede da consultora, estava escrito "Raça e Pátria", o nome da empresa junto ao símbolo do Facebook, seguidos por um sinal de igual e o desenho de um excremento à frente. Estava também o símbolo da Nova Ordem Social (NOS), organização do neonazi Mário Machado.

Ler mais

Exclusivos