Premium

esteróides anabolizantes

Da impotência à morte súbita: os riscos das substâncias que aumentam os músculos

Apesar das dúvidas que acompanham o caso, as notícias sobre o internamento do ator Ângelo Rodrigues vieram alertar para o uso de substâncias ilícitas para melhorar a imagem corporal. Ao DN, vários especialistas confirmam um aumento na dimensão do problema, que tem riscos sérios para a saúde.

Quem entra nestes esquemas passa quase sempre pelas mesmas etapas. Utilizam doses 50 a cem vezes superiores às recomendadas. Compram as substâncias na internet, através do mercado negro, onde não existe qualquer controlo de qualidade ou segurança. Injetam-se ou pedem a pessoas sem qualquer formação que o façam. No início, sentem-se como super-heróis: os músculos crescem e a gordura diminui. Depois vêm os problemas: diminuição da libido, impotência sexual, colesterol, agressividade, doenças cardiovasculares, enfartes. Em casos extremos, dizem os médicos, o consumo de esteroides anabolizantes pode levar à morte.

Davide Carvalho, presidente da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo, acredita que o consumo de substâncias ilícitas que potenciam o crescimento muscular está a aumentar em Portugal: "Nós recomendamos que as pessoas façam mais atividade física, mas muitas vezes estas coisas [o consumo de anabolizantes] estão implementadas nos próprios ginásios. Não se compreende."

Ler mais

Exclusivos