Premium Corrupção. 1235 inquéritos mas só 2,3% de acusações

Relatório Anual de Segurança Interna revela que se mantém uma percentagem muito elevada de arquivamento de processos-crimes relacionados com a corrupção - apesar de este crime ter tido mais 30% de participações.

Em 2018 foram abertos 1235 inquéritos por corrupção, mas desses só 29 (2,3%) chegaram a uma acusação do Ministério Público (MP). Um balanço feito no âmbito do Relatório Anual de Segurança Interna (RASI), que será entregue nesta sexta-feira no Parlamento, indica que 573 desses processos foram arquivados, 22 obtiveram suspensão provisória e 489 foram "transferidos de comarca em razão da competência territorial ou a processos remetidos para incorporação".

Em relação a 2017, houve um aumento de 30% dos processos instaurados, mas nesse ano o número de acusações concluídas dos 945 inquéritos foi ligeiramente superior: 3,4% (33).

Ler mais

Exclusivos

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Legalização do lobbying

No dia 7 de junho foi aprovada, na Assembleia da República, a legalização do lobbying. Esta regulamentação possibilitará a participação dos cidadãos e das empresas nos processos de formação das decisões públicas, algo fundamental num Estado de direito democrático. Além dos efeitos práticos que terá o controlo desta atividade, a aprovação desta lei traz uma mensagem muito importante para a sociedade: a de que também a classe política está empenhada em aumentar a transparência e em restaurar a confiança dos cidadãos no poder político.