Premium Terrorismo. Dois suspeitos jihadistas julgados em Portugal

Rómulo Costa, detido em Portugal, e Cassimo Turé, com TIR em Londres, serão os únicos dos oito portugueses suspeitos de aderirem ao Daesh e acusados de terrorismo a ser julgados no nosso país.

Por decisão do juiz de instrução criminal Carlos Alexandre, que subscreveu todos os factos imputados na investigação da Polícia Judiciária (PJ) e na acusação do Ministério Público (MP), dois dos oito alegados jihadistas portugueses vão ser julgados no nosso país.

Um deles é Rómulo Costa, 40 anos, detido na cadeia de Monsanto desde junho do ano passado; o outro é Cassimo Turé, 44 anos, sob controlo das autoridades do Reino Unido, país onde se encontra com termo de identidade e residência (TIR) determinado pelo MP. Nunca combateram na Síria nem no Iraque, nos antigos territórios do autoproclamado Estado Islâmico, mas sobre eles cai a suspeita de terem apoiado os restantes membros do grupo, quer ideológica quer logisticamente, e angariado financiamento para deslocações à Síria.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG