Premium Letreiros: as luzes que já foram da cidade estão agora numa exposição

Os designers Paulo Barata e Rita Múrias colecionam letreiros antigos, têm já 250. Alguns deles são mostrados na exposição Luzes da Cidade, até 12 de julho, em Lisboa.

A pastelaria Sul América. A Charcutaria Riviera. A Churrasqueira Hó Galego. A Óptica Roma. A sapatária Hélio. A loja de malas Sepu. Nomes luminosos que durante décadas brilharam nas ruas de Lisboa e que entretanto se apagaram. As lojas podem já não existir mas os letreiros foram salvos por Rita Múrias e Paulo Barata e são agora estrelas da exposição Luzes da Cidade.

A exposição deveria ter sido inaugurada em março, integrada no Abcedário Festival da Palavra, mas devido à pandemia de covid-19, acabou por ser cancelada. Mas o casal de colecionadores não quis perder a oportunidade de mostrar estas peças. A exposição será inaugurada esta quinta-feira para mostrar cerca de 20 letreiros, luminosos ou não, relacionados com a zona de Alvalade mas não só - uma pequena parte da grande coleção que começou a ser construída em 2014.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG