Premium Sete livros que (ainda) clarificam algumas ilusões da Revolução de Abril

A 'literatura' dedicada à investigação da Revolução dos Cravos cresceu muito nos últimos anos, mesmo que esteja distante da versão final. Segue-se 7 livros que podem esclarecer a leitura do golpe de estado de 1974.

Sem o livro Portugal e o Futuro de António de Spínola, o regime não estaria desacreditado o suficiente para que milhões de portugueses aceitassem o golpe militar do MFA da noite para o dia. O general tinha afirmado dois meses antes que a guerra colonial não tinha futuro e que era necessária uma negociação política para as províncias ultramarinas. Uma verdadeira bomba do militar mais experiente no conflito ultramarino e que determinou e acelerou o fim de Marcello Caetano e de um regime caduco a grande velocidade, mesmo que o livro fosse pouco mais do que medíocre.

Entre as centenas de livros que a Revolução já fez nascer, a maioria não vai ao fundo da nova realidade, não passam de autojustificações dos protagonistas militares e civis, nem fixam em definitivo o resultado do pronunciamento do Movimento das Forças Armadas. Mas já existem muitos bons livros para se compreender o que se passou e clarificar um pouco mais a Revolução de Abril. Seguem-se sete bons exemplos..

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG