Exclusivo Abdool Vakil: "Deve ser uma tristeza ver os lugares santos vazios durante o Ramadão"

O líder da Comunidade Islâmica de Lisboa mostra-se resignado a viver o início do mês sagrado de jejum em confinamento. A reabertura da mesquita trará novas regras.

Inicia-se nesta sexta-feira, em Portugal, o Ramadão, o nono mês do calendário islâmico e época sagrada para os muçulmanos, que celebra a revelação do Alcorão ao profeta Maomé. O período é marcado pelo jejum entre o nascer e pôr-do-sol, pela espiritualidade e pelas lautas refeições noturnas. Mas este ano a pandemia vai condicionar fortemente a forma como se observa este mês especial.

Na Arábia Saudita Meca e Medina continuam sob estritas regras (apesar de na quarta-feira o rei Salman ter autorizado as orações noturnas na mesquita, mas sem público), e um pouco por todo o mundo islâmico as regras de confinamento estão em vigor.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG