Premium Maria Filomena Mónica: "Portugal nunca foi um país de brandos costumes"

A socióloga acaba de publicar um livro que conta as visitas de muitos estrangeiros ilustres a Portugal. A longa lista de visitantes começa em 1755 e termina já no século XXI, e há análises e visões para todos os gostos: os que gostaram e os que odiaram.

A visão dos estrangeiros sobre Portugal ao longo dos últimos 250 anos foi o objetivo da investigação que Maria Filomena Mónica realizou. Em mais de 300 páginas, a autora identifica quais são os pontos fortes e fracos de um país tão exótico como outros destinos orientais, mesmo que a pobreza e o atraso dos portugueses esteja demasiado presente nesta visão de quem vem de países mais desenvolvidos e educados.

Termina a dizer: "O que me levou a escrever este livro não foi a procura de uma qualquer "essência" de Portugal - coisa que não existe." O que existe então?
Por detrás de cada nação - e Portugal não é uma exceção - está a sua história e a sua geografia. A "essência" de Portugal é um conceito imaginado por intelectuais com complexos de inferioridade.

O olhar dos visitantes sobre Portugal vai mudando ao longo dos séculos ou a opinião que têm mantém um padrão semelhante?
O olhar dos que nos visitaram muda não só devido às circunstâncias com que se depararam mas devido às ideias que traziam na cabeça e que se vão alterando com a passagem dos anos.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG