Premium No frenesim parlamentar, só um partido não tem iniciativas: o Livre

XIV Legislatura A fragmentação em dez forças da representação parlamentar conduziu à hiperproliferação de iniciativas legislativas. Já deram entrada 140, em apenas três semanas. O PCP é quem mais produz: 52 iniciativas.

Em 21 dias de atividade parlamentar na XIV Legislatura, a Mesa da Assembleia da República (AR) já recebeu um número recorde de iniciativas dos partidos: 140 ao todo, segundo os dados disponíveis na sexta-feira ao fim da tarde. É uma média de mais de seis (6,6) iniciativas por dia (incluindo sábados e domingos), da autoria de todos os partidos parlamentares. De todos os partidos - menos de um.

O Livre, da deputada Joacine Katar Moreira. Até agora, a parlamentar não assinou um único projeto de lei. Nem Projeto de Resolução (recomendações ao governo, não vinculativas) nem nenhum tipo de iniciativa legislativa, mesmo de deliberações parlamentares (os votos de "saudação" ou "pesar" ou "protesto", como os 34 que ontem foram votados ao fim da manhã - e que não contam para a estatística das 140 iniciativas já formalizadas).

Ler mais

Exclusivos