Premium "É como se Darwin escrevesse 'A Origem das Espécies' e a seguir defendesse o criacionismo"

A única defesa aceitável de Ventura é dizer que mudou de ideias. Esta é a conclusão dos académicos ouvidos pelo DN sobre a contradição entre a tese de doutoramento do líder do Chega e o seu discurso político. E há mesmo quem fale em "desonestidade intelectual".

"Insistir que se pode dizer uma coisa numa tese e outra em artigos não académicos é nonsense. Seria como dizer que cientificamente a Terra é redonda mas politicamente é plana."

Professor de Direito na George Mason University (EUA) desde 2018, Nuno Garoupa não aceita a justificação que André Ventura deu, em entrevista ao DN, para as contradições entre o que escreveu na tese de doutoramento e o seu discurso político - de que uma coisa é o discurso científico e outra a opinião: "É um argumento ridículo e uma posição incompreensível. Obviamente ele escreveu uma tese digamos assim 'de esquerda' e agora decidiu ser de extrema-direita. É como se Darwin escrevesse A Origem das Espécies e a seguir defendesse o criacionismo."

Ler mais

Exclusivos