Premium Alvaro Pirez: exposição mostra o primeiro pintor português

Depois de ter adquirido Anunciação, o Museu Nacional de Arte Antiga propõe-se dar a conhecer a obra do primeiro pintor português. A exposição pode ser visitada até 15 de março.

Entramos na galeria de exposições temporárias do Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), em Lisboa, e defrontamo-nos com Anunciação. É um quadro pequeno. Pouco mais de 30 centímetros de altura por 22 de largura. Mas esta obra do pintor português Alvaro Pirez d'Évora, realizada entre 1430 e 1434, é uma pequena maravilha. As cores vibrantes prendem-nos o olhar. Temos de nos aproximar para ver melhor os pormenores das asas do Arcanjo Gabriel e das roupas de Maria, os detalhes da cortina vermelha e dourada, uma pomba a esvoaçar e, num canto, a mão de Deus, que tudo comanda.

Parte de um díptico e realizada, provavelmente, como obra de devoção privada, esta Anunciação data já da parte final da carreira de Alvaro Pirez, é uma obra da maturidade e uma das melhores do artista, diz o diretor do MNAA. "Está cá tudo. Estão o preciosismo, a delicadeza, o trabalho fantástico do ouro e das lacas, esta elegância que é muito própria do Pires e que muitas vezes a historiografia italiana lê como um certo exotismo, que podia vir da aprendizagem ou, pelo menos, de uma cultura que ele já levaria de Portugal, e que o afasta um bocadinho dos italianos, embora ele seja globalmente um pintor deste gótico final italiano", explica Joaquim Oliveira Caetano.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG