Há mais 2 estrelas Michelin em Portugal. Uma delas é do chef Ljubomir

Os restaurantes 100 Maneiras, do chef Ljubomir Stanisic, e Eneko Lisboa, do chef espanhol Eneko Atxa, receberam uma estrela cada um e passam a fazer parte dos restaurantes em Portugal com estrela do Guia Michelin.

São mais dois restaurantes a juntarem-se à constelação de estrelas Michelin portuguesas, num total de 28. O 100 Maneiras, em pleno Bairro Alto, do mediático chef Ljubomir Stanisic e o Eneko Lisboa, do chef basco Eneko Atxa, de 43 anos, que há pouco mais de um ano se instalou em Alcântara.

Pela conquista, o chef Ljubomir Stanisic afirmou que a distinção reconhece "o trabalho de muitos anos" e tem um "triplo significado" num ano "especialmente difícil", marcado pela covid-19.

Nas redes sociais, o chef afirmou que a distinção, não é "uma aquisição apenas" do chef, mas de uma equipa: "Nenhum homem é uma ilha. Só juntos se fazem as coisas".


"É uma conquista depois de um ano especialmente difícil, de carência, de luta, de fome. É um prémio que sabe a champanhe e caviar num ano de pão e água", afirmou à agência Lusa, Mónica Franco, mulher e assessora de Ljubomir Stanisic. "É a realização de um sonho, a equipa está "muito emocionada", acrescentou.

O chef Ljubomir Stanisic apresentou durante vários anos o programa de televisão Pesadelo na Cozinha, líder de audiências na TVI, e no verão mudou-se para a SIC. Recentemente o chef nascido na Bósnia fez greve de fome junto à Assembleia da República em conjunto com o movimento Sobreviver a Pão e Água com o intuito de apelar ao Governo medidas para ajudar os setores da restauração, bares e discotecas que têm sido afetados pela pandemia. Para além do restaurante 100 maneiras, tem um bistrô com mesmo nome em Lisboa.

Eneko Atxa tem já no currículo três estrelas Michelin no Azurmendi, em Larrabetzu, Espanha, restaurante que está na lista dos 50 melhores restaurantes do mundo, que é um exemplo de sustentabilidade (por duas vezes eleito o mais sustentável do mundo). Mas não só, tem mais duas estrelas, uma no Eneko Bilbau e outra no Eneko, em Larrabetzu (dentro da Bodega Gorka Izaguirre). Já abriu o Eneko Londres e o Eneko Tóquio. Junta-se assim aos também chefs espanhóis Martin Berasategui e Sergi Arola que têm uma estrela nos seus restaurantes em Portugal.

O chef basco indicou estar "muito satisfeito com esta conquista, que é um raio de luz neste ano sombrio. Estou muito feliz, acima de tudo, por todas as pessoas que tornam o Eneko Lisboa possível ".

Os restantes restaurantes portugueses com uma e duas estrelas mantiveram as distinções do guia do ano passado (ver lista no final do artigo). Apenas o São Gabriel, em Almancil, que encerrou deixou de fazer parte do Guia Michelin.

Os (outros) discretos vencedores

E tal como acontece todos os anos, a organização do Guia Michelin não menciona na gala os restaurantes que mantêm as estrelas da edição anterior (nem quem as perde). Contudo, vários chefs afirmam que manter uma ou mais estrelas é tão ou mais difícil que conquistar a primeira.

Na lista dos cozinheiros portugueses que a mantiveram está João Rodrigues, que lidera a cozinha do Feitoria, em Lisboa. "Num ano tão difícil para todos, e para a restauração em particular, ficamos muito felizes com o reconhecimento do guia. Apesar de todas as condicionantes, mantivemos a mesma forma de trabalhar, o foco na qualidade do serviço e a valorização do produto e dos produtores".

O chef Pedro Almeida, responsável pela cozinha japonesa do Midori, com uma estrela Michelin desde 2018, indica que "neste ano cheio de dificuldades e desafios, este é um reconhecimento muito importante. Significa que continuamos focados na nossa missão de fazer boa cozinha e levar ao mundo o reconhecimento da gastronomia Portuguesa. Vamos continuar a dar a todos os que nos visitam a experiência que nos caracteriza e faz de nós o restaurante que somos hoje, com o objetivo de crescer sempre".

O chef Luís Pestana do restaurante William do hotel Belmond Reid"s Palace no Funchal manteve a sua estrela Michelin pelo quinto ano consecutivo. O chef em declarações explicou que "um ano de desafios, e após alguns meses sem podermos fazer aquilo que mais gostamos, obter este reconhecimento pelo quinto ano consecutivo tem um sabor ainda mais especial. Tivemos que nos ajustar à situação que estamos a viver, mas nunca deixámos de lado o requinte e os sabores que nos caracterizam, e esta é a prova que a nossa paixão, capacidade de ajuste e dedicação compensam".

Gala à distância devido ao covid-19

Num ano atípico devido à pandemia do covid-19 a Gala de entrega das estrelas Michelin fico limitada a um evento transmitido online desde Madrid. Na transmissão a organização do Guia Michelin para Espanha e Portugal anunciou os restaurantes que venceram uma ou duas estrelas, sendo que em nenhum dos países foi anunciado novos restaurantes com três estrelas - Portugal não tem nenhum, Espanha conta com 11.

Com algumas dúvidas quanto à forma como os inspetores puderam avaliar os restaurantes, por causa do covid-19, a diretora de comunicação e marcas da Michelin, Mónica Rius, assegurou, em declarações à agência EFE que o inspetor-chefe "José Vallés e a sua equipa de inspetores foram capazes de assegurar a seleção de 2021 em circunstâncias tão adversas como as deste ano".

"Foi um trabalho de campo sem precedentes, com o objetivo único de não faltar ao nosso encontro anual com os nossos leitores, e de apoiar um setor estratégico tão castigado pela pandemia", referiu.

Em Espanha foram atribuídos mais três restaurantes com duas estrelas (Bo.TiC, em Girona; Cinc Sentits, em Barcelona, e Culler de Pau, em Pontevedra). Sendo que outros 19 novos restaurantes ganharam uma estrela.

Novos Bib Gourmand portugueses


Também anunciados na Gala das estrelas Michelin, há novos restaurantes portugueses a entrar para a lista dos Bib Gourmand: o restaurante Javali em Bragança, o Avista, no Funchal;o Check-in em Faro; o Semea by Euskalduna n Porto, e O Frade, em Lisboa, são os novos num total de 39 de norte a sul e ilhas (ver lista abaixo).

Esta categoria, lançada em 1997 - e que tem como imagem o boneco Michelin a lamber os lábios - distingue os restaurantes que proporcionam "um momento de prazer gastronómico por menos de 35 euros, com produtos de qualidade, conta moderadas e uma cozinha com uma excelente relação qualidade e preço", indica o guia.

As estrelas sustentáveis ainda não chegaram a Portugal


A novidade da noite, para além das novas estrelas para os restaurantes Ibéricos e respetivos chefs, foi o lançamento de uma nova categoria: a Estrela Verde, que distingue os restaurantes com práticas sustentáveis. De acordo com o Guia Michelin esta categoria "premeia o esforço dos estabelecimentos em seguir as melhores práticas gastronómicas no âmbito da sustentabilidade". Foram atribuídas 21 Estrelas Verdes, que ficaram todas em Espanha. O chef Eneko Atxa recebeu esta distinção no seu restaurante de Larrabetzu, Espanha.

Lista completa dos restaurantes que ostentam as estrelas Michelin em Portugal:


Restaurantes com 2 estrelas Michelin (7 restaurantes)

Casa de Chá da Boa Nova, Leça da Palmeira. Chef Rui Paula
The Yeatman, Vila Nova de Gaia. Chef Ricardo Costa
Alma, Lisboa. Chef Henrique Sá Pessoa
Belcanto, Lisboa. Chef José Avillez
Ocean, Alporchinhos. Chef Hans Neuner
Vila Joya, Albufeira. Chef Dieter Koschina
Il Gallo d"Oro, Funchal. Chef Benoît Sinthon

Restaurantes com 1 estrela Michelin (21 restaurantes)

(NOVO) 100 Maneiras, Lisboa, Chef Ljubmir Stanisic
(NOVO) Enoko Lisboa, Chef Eneko Atxa
G, Bragança
. Chefs Óscar e António Geadas
A Cozinha, Guimarães. Chef António Loureiro
Largo do Paço da Casa da Calçada, Amarante. Chef Tiago Bonito
Pedro Lemos, Porto. Chef Pedro Lemos
Antiqvvm, Porto. Chef Vítor Matos
Mesa de Lemos, Viseu. Chef Diogo Rocha
Fifty Seconds. Chef Martin Berasategui
Epur, Chef Vincent Farges
Midori, Sintra. Chef Pedro Almeida
Loco, Lisboa. Chef Alexandre Silva
Feitoria, Lisboa. Chef João Rodrigues
LAB by Sergi Arola, Sintra. Chef Sergi Arola
Fortaleza do Guincho, Cascais. Chef Gil Fernandes
Eleven, Lisboa. Chef Joachim Koerper
Vistas (Monte Rei Golf & Country Club, chef Rui Silvestre
Gusto By Heinz Beck, Almancil. Chef Heinz Beck
Vista do Bela Vista Hotel & Spa, Portimão. Chef João Oliveira
Bon Bon, Carvoeiro. Chef Louis Anjos
William, Funchal. Chef Luís Pestana

Lista dos Bib Gourmand em Portugal:

(NOVO) Javali em Bragança,
(NOVO) Avista no Funchal
(NOVO) Check-in em Faro
(NOVO) Semea by Euskalduna no Porto
(NOVO) O Frade em Lisboa

O Típico, Águeda
O Marinheiro, Albufeira
Cêpa Torta, Alijó
Dóri, Aveiro
Dom José, Bombarral
Tasca do Zé Tuga, Bragança
Marquês de Marialva, Cantanhede
Mário Luso, Porto
Solar do Bacalhau, Coimbra
Carvalho, Chaves
Taberna A Laranjinha, Covilhã
Dom Joaquim, Évora
Le Babachris, Guimarães
Histórico by Papaboa, Guimarães
Avenida, Lagos
Casinha Velha, Marrazes
Saraiva's, Lisboa
Solar dos Nunes, Lisboa
Brasa, Macedo de Cavaleiros
Vila do Peixe, Câmara de Lobos, Madeira
Casal da Penha, Funchal
Machado, Maia
Pedra Furada, Braga
Solar do Forcado, Portalegre
In Diferente, Porto
O Parreirinha, Queluz
Casa Matos, Aveiro
Ó Balcão, Santarém
Cais da Estação, Sines
A Bolota, Terrugem
3 Pipos, Viseu
Tasquinha da Linda, Viana do Castelo
Camelo, Viana do Castelo
Muralha da Sé, Viseu

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG