Premium Família deportada do Canadá volta a ter esperança depois de reportagem do DN

21 portugueses foram deportados do Canadá neste ano e 22 aguardam a expulsão. Mas a família Correia voltou a ter esperança. Após os contactos do DN, receberam uma carta da imigração dizendo que estavam a reavaliar a situação, pedem exames médicos e o pagamento da taxa de residência permanente. Ainda não é "sim" mas é "um bom sinal".

A família Correia - Hernâni, o pai, Rute, a mãe, e Pedro, o filho - foi expulsa do Canadá a 5 de janeiro, por não ter conseguido obter a residência legal, apesar de trabalharem no país, pagarem os impostos e estarem perfeitamente integrados. Falta-lhes o domínio da língua inglesa para conseguirem a regularização como trabalhadores qualificados. Viviam em Toronto.

Estiveram dois meses em Lisboa, a residir na casa de familiares na Amadora, mas como não encontraram um trabalho compatível com as despesas que mantêm no Canadá, voltaram a emigrar, na última sexta-feira, desta vez, para o Reino Unido, para a casa de uma amiga em Manchester.

Ler mais

Exclusivos