Exclusivo "Não precisamos que Maduro ceda, mas que quem o apoia ceda"

Entrevista ao advogado e assessor venezuelano Aldo de Santis, consultor de vários partidos na Assembleia Nacional da Venezuela que trocou há dois anos o seu país natal por Espanha.

Aldo de Santis trabalhava na equipa política de Yon Goicoechea, um dirigente nacional do partido Vontade Popular (o mesmo do presidente interino da Venezuela Juan Guaidó), quando este foi detido, ficando preso durante quase um ano. A situação política, a juntar à crise económica e à falta de cuidados de saúde, levaram o assessor parlamentar, formado em Direito Constitucional, a trocar a Venezuela por Espanha.

Foi um dos convidados da conferência Portugal e Venezuela - Testemunhos e Respostas, organizado pelo IDL - Instituto Amaro da Costa, em Lisboa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG