Premium Construção de escritórios abre guerra em prédio de luxo

As Twin Towers, em Sete Rios, nasceram como empreendimento residencial e centro comercial. A empresa que comprou as galerias construiu um edifício no meio das torres e anunciou a abertura de escritórios. Os residentes dizem que é "ilegal". Protestam nos tribunais e recorrem à Procuradoria-Geral da República.

"Ocuparam de forma ilegal, sem autorização, um espaço comum de 3000 metros quadrados com uma construção que, além de ser ilegal, pois ocupa um espaço comum, é também uma autêntica monstruosidade do ponto de vista estético e arquitetónico. Desfigura completamente esta obra fantástica da arquiteta Olga Quintanilha, recentemente falecida", começa por contestar Artur Redinha, proprietário de um dos apartamentos de habitação, em declarações ao DN. É o rosto da batalha que opõe os habitantes do empreendimento conhecido como Twin Towers à empresa The Edge Group, proprietária das galerias.

Trata-se de uma área numa zona de Lisboa cujo valor comercial ultrapassa os 12 milhões de euros, acrescenta Artur Redinha, médico de profissão.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.