Premium Do WikiLeaks à eleição de Trump. Onde mora o bem em Assange?

Nomeado para um prémio do Parlamento Europeu que pretende reconhecer o papel dos denunciantes - Rui Pinto também faz parte da lista - o fundador do WikiLeaks não gera consenso.

Julian Assange e Rui Pinto estão ambos presos. Foram ambos acusados de pirataria informática - embora os seus percursos sejam muito diferentes - e de outros crimes que vão desde conspiração, no caso do fundador do WikiLeaks - até tentativa de extorsão, o crime que mantém o português em prisão preventiva. Mas, como sempre acontece com "denunciantes", a condenação do que fizeram não é consensual - são criminosos ou peças fundamentais para a liberdade da informação? Pode um hacker ser um bom vilão?

Neste caso, ambos são detidos numa altura em que o Parlamento Europeu institui um prémio que pretende "homenagear indivíduos que tenham sido intimidados e/ou perseguidos por descobrir a verdade e a expor ao público". Ambos fazem parte da shortlist. E ambos são os nomes mais conhecidos. Neste mês vai também ser votada a primeira diretiva europeia sobre a proteção dos whistleblowers (denunciantes).

Ler mais

Exclusivos