Premium A fadiga fiscal 

Recentemente, ouvimos as afirmações de congratulação do primeiro-ministro, António Costa, em relação ao défice de 0,5%, obtido no ano de 2018, referindo-se a "um resultado histórico e virtuoso". Ora, em matéria de défice o PS já havia deixado a sua marca histórica em 2011 quando o défice ficou acima dos 11%.

Curiosamente, há um outro valor que vai também ficar marcado na história do PS: a percentagem de 35,4% correspondente à carga fiscal aplicada no último ano, representando o valor mais alto desde que há registos.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG