Premium Dez mil alunos só têm acesso a 'vouchers' para manuais com aulas a decorrer

Na base do problema que afeta os colégios com contratos de associação estarão erros no envio de dados para o Instituto de Gestão Financeira da Educação, que neste ano passou a centralizar o processo.

Cerca de dez mil alunos dos colégios com contratos de associação só agora estão a ter acesso aos vouchers para levantar manuais gratuitos, dois meses depois do arranque do prazo nas escolas públicas e numa altura em que o ano letivo já começou. Na base do problema estarão erros no envio de dados para o Instituto de Gestão Financeira da Educação, que neste ano passou a centralizar o processo.

A Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (AEEP) confirma o atraso, que, nas palavras do seu diretor executivo, se ficou a dever "a uma falha de comunicação". Neste ano, os colégios tinham de carregar a informação sobre os alunos para o Instituto de Gestão Financeira da Educação, que passou a centralizar o processo de faturação dos manuais, mas o DN sabe que quando o IGeFE foi processar a informação relativa aos 30 colégios com contratos de associação se deparou com vários erros na informação enviada. Os colégios voltaram a carregar os dados sobre os alunos desde o final da semana passada e ao final da tarde desta quarta-feira faltavam apenas os vouchers de três dos 30 colégios com contratos de associação.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Livro

Antes delas... ninguém: mulheres que desafiaram o domínio masculino

As Primeiras - Pioneiras Portuguesas num Mundo de Homens é o livro com as biografias de 59 mulheres que se atreveram a entrar nas profissões só de homens. O DN desvenda-lhe aqui oito dessas histórias, da barrista Rosa Ramalho à calceteira Lurdes Baptista ou às 'Seis Marias' enfermeiras-paraqueditas, entre outras