Aconteceu em 1989 - O dia em que um Boeing se despenhou em Santa Maria e fez 144 mortos

Há 31 anos, ocorria o maior desastre aéreo alguma vez registado em Portugal. Um Boeing 707 despenhou-se na ilha de Santa Maria, Açores. Morreram as 144 pessoas que iam a bordo.

O avião da Independent Air provinha de Bergamo, Itália, em direção à República Dominicana (Caraíbas). Nessa época, muitos voos que ligavam a Europa às Américas implicavam uma escala técnica na ilha de Santa Maria, arquipélago dos Açores.

O avião, com 144 pessoas a bordo, embateu numa montanha denominada Pico Alto. O inquérito às causas do acidente revelou "inobservância da tripulação dos procedimentos operacionais estabelecidos" para a aterragem, a qual "conduziu à descida deliberada do avião para 2000 pés, desrespeitando a altitude mínima naquela zona, que era de 3000 pés".

Aparentemente, para esse erro contribuiu uma "deficiente técnica de comunicações" do copiloto com a torre de controlo. As mensagens do controlador aéreo não foram recebidas corretamente no cockpit porque o copiloto falou por cima dele. Houve sobreposição de comunicações e a consequente confusão/erro na transmissão/receção da mensagem.

A aproximação fazia-se a olho - e com indicações da torre de controlo. Hoje este acidente seria perfeitamente evitável porque a ilha tem cobertura de radar, o que há 31 anos não acontecia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG