Premium O maior desafio da carreira de Cristiano Ronaldo

Uma acusação de violação, patrocinadores assustados, milhões de euros em risco. Que impacto pode ter Kathryn Mayorga, o fantasma de umas férias passadas em Las Vegas, na vida do internacional português?

"What happens in Vegas stays in Vegas", reza um dos mais famosos slogans promovidos pela indústria do turismo à escala global. Para Cristiano Ronaldo, no entanto, o que quer que tenha acontecido naquelas famosas férias de um verão que o elevou ao estatuto de jogador mais caro da história do futebol não ficou enterrado na Sin City. Voltou agora, nove anos depois, para atormentá-lo, sob a forma de uma acusação de violação apresentada por uma professora e ex-aspirante a modelo com quem se envolveu numa discoteca em Las Vegas.

Kathryn Mayorga deu entrada com uma ação cível no tribunal do condado de Clark, no estado do Nevada, e levou entretanto a polícia de Las Vegas a reabrir uma investigação criminal que tinha ficado esquecida quando Mayorga apresentou pela primeira vez queixa contra Ronaldo, naquele mês de junho de 2009. Agora, este fantasma do passado voltou para atormentar o capitão da seleção portuguesa e o colocar no olho do furacão, perante a mais séria acusação em que já se viu envolvido na carreira, provocando-lhe desde já danos reputacionais difíceis de gerir, com uma imagem pública beliscada e patrocinadores assustados. Isto numa altura em que o avançado tentava encontrar a tranquilidade na sua nova etapa em Turim, como jogador da Juventus - depois de ter saído de Madrid, onde já tivera de passar os últimos tempos a defender-se em tribunal, por causa de questões fiscais.

Ler mais

Exclusivos