Exclusivo Liverpool rendido a Jota já canta: "Como é que te podemos resistir?"

Contratado em setembro, o jogador português obrigou o mundo a olhar para ele, com exibições de luxo e golos que ficam para a história dos reds. Adeptos estão entusiasmados. John Barnes ficou agradavelmente surpreendido, mas tirar o lugar a Firmino é outra história...

Jota é dos poucos (oito) portugueses que jamais caminharão sozinhos. Assim manda o hino do Liverpool - You'll Never Walk Alone (Vocês nunca Caminharão Sozinhos) -, o clube que no dia 19 de setembro surpreendeu ao apresentar o português. Todos (ou quase) olharam para ele com desconfiança, assim como quem olha para um suplente de luxo no valor de 50 milhões de euros. Como iria ele encaixar no onze do campeão inglês, onde um trio fenomenal composto por Mané-Salah-Firmino parecia intocável?

Qual "cavalo selvagem", como um dia o chamou o treinador Gilberto Andrade, chegou a Anfield Road a trote, sem medo da concorrência e a mostrar com golos que era mais do que "uma pessoa simpática", como lhe chamou Jürgen Klopp. Em dez jogos (cinco a titular) soma já sete golos, incluindo um hat trick na Champions. Uma série tão estrondosa que já correu mundo. "É um talento excecional. Tem velocidade, capacidade física e técnica, joga com os dois pés. É muito melhor do que eu achava que era", admitiu o técnico alemão, confessando que o desejava contratar há dois anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG