Bebé real pode chamar-se Alexander, Philip ou Arthur, segundo casas de apostas

Nascimento do filho de Harry e Meghan, na madrugada de segunda-feira, motivou reações que passaram pelas principais figuras políticas britânicas até aos avós. E já há apostas para os nomes nos sites especializados.

A duquesa de Sussex, Meghan Markle, entrou em trabalho de parto nesta segunda-feira, segundo a CNN. Harry estava ao seu lado. O príncipe falou aos jornalistas às 14.41 para revelar que o seu filho já nasceu e é um menino.

Segundo um comunicado do Palácio de Buckingham o bebé nasceu pelas 05.26, um minuto antes de o nascer do sol de segunda-feira, 6 de maio. Às 14.41, o príncipe Harry anunciou à imprensa o nascimento do primeiro filho do casal, um menino saudável e a pesar 3,26 quilogramas.

Ainda não tem nome, só mais tarde se saberá. Harry já afirmou que terão de pensar no assunto, mas os sites especializadas já avançaram com as apostas e já há três nomes que se destacam: Alexander, Philip, como o bisavô, ou Arthur. Mas as apostas vão ao ponto de incluir como nome "Brexit" ou Donald.

No entanto, só se deverá saber o nome do bebé depois de quarta-feira após a divulgação das fotos oficiais.

O duque de Sussex falou à imprensa em Windsor, cidade a cerca de 40 quilómetros a oeste de Londres, para anunciar o nascimento do seu primogénito.

Harry descreveu o nascimento do seu primeiro filho como "a experiência mais inacreditável". "Tem sido a experiência mais incrível que eu podia ter imaginado", disse a jornalistas enquanto agradecia ao público pelo apoio, depois de assegurar que tanto a sua mulher como o seu filho se encontravam "incrivelmente bem".

"O que cada mulher consegue fazer vai para lá da minha compreensão, mas estamos os dois absolutamente entusiasmados", celebrou Harry, falando em Frogmore Cottage, a casa para onde se retiraram enquanto esperavam o nascimento do bebé, em Windsor.

O príncipe confirmou que o casal ainda não escolheu um nome para o filho. O duque de Sussex disse ainda que precisavam de tempo para decidir.

Quanto à primeira aparição pública do bebé, o príncipe Harry já sugeriu uma data à imprensa: "Acho que vamos ver-vos provavelmente em dois dias, como planeado, como uma família capaz de partilhar convosco, para que possam ver o bebé." As primeiras fotografias oficiais do bebé real estão agendadas para a próxima quarta-feira.

"Este é decididamente o meu primeiro parto", admitiu o príncipe entre risos. "Estou incrivelmente orgulhoso da minha mulher e estou com a cabeça nas nuvens."

Um nascimento discreto

Todo o mistério em volta do nascimento do bebé deve-se a Harry e a Meghan terem decidido manter discreto o nascimento do primeiro filho. "Sua Alteza Real tomou a decisão pessoal de manter os planos em torno da chegada de seu bebé privados", disse o palácio. "O duque e a duquesa estão ansiosos para partilhar as boas notícias com todos, logo que tenham tido oportunidade de celebrar em particular como uma nova família."

Esse mistério vai continuar. De acordo com o Palácio de Buckingham a localização do nascimento do bebé real não vai ser revelada.

O bebé de Meghan Markle, ex-atriz de 37 anos, e do príncipe Harry, 34, será o sétimo na linha ao trono britânico, atrás do príncipe Carlos, o príncipe William e os seus três filhos e o príncipe Harry. O novo membro da família real britânica faz da rainha Elizabeth II uma bisavó pela sétima vez.

O filho de Meghan e Harry não será automaticamente príncipe - um título que só pode ser atribuído pela rainha através de uma carta patente. O filho dos duques de Sussex é o primeiro bebé anglo-americano nascido na família real britânica.

Os "fãs reais" celebraram o nascimento do bebé real e encheram as ruas de Windsor. "Havia um grupo de pessoas que quando ouviram que o bebé tinha nascido explodiram em aplausos", disse a correspondente da BBC Helena Wilkinson.

Faltava só cumprir uma tradição. Ainda nesta segunda-feira, foi exibida uma nota oficial assinada pelos médicos de Meghan a confirmar o nascimento do bebé. A nota vai estar disponível até às 20.00 horas locais (mesmas horas em Lisboa). No boletim pode ler-se: "A rainha e a família real estão encantadas com as notícias de sua alteza real a duquesa de Sussex ter dado à luz um filho às 05.26 da madrugada de hoje. A sua alteza real e a criança estão ambas bem."

A família real recebeu as notícias encantada.

Theresa May, primeira-ministra britânica, deu os parabéns ao duque e à duquesa de Sussex.

Jeremy Corbyn, líder do partido trabalhista, desejou o melhor ao casal e ao seu primogénito.

No Twitter da família real britânica, a mãe de Meghan, que acompanhou a filha durante o trabalho de parto, admitiu-se radiante pelo nascimento do seu primeiro neto.

Nicola Sturgeon, a primeira-ministra da Escócia, também usou as redes sociais para parabenizar o casal real.

Da Grã-Bretanha a Israel. O 10.º presidente do Estado de Israel, Reuven Rivlin, aproveitou para desejar "parabéns calorosos ao duque e à duquesa de Sussex", em nome do povo israelita.

Londres celebrou o nascimento do bebé real ao iluminar a torre BT, a anunciar "é um rapaz".

Não nas redes sociais, mas em entrevista ao The Sun, o pai de Meghan, Thomas Markle, expressou o seu orgulho no nascimento do seu primeiro neto.

"Estou orgulhoso por o meu neto ter nascido na família real britânica e tenho a certeza de que ele vai crescer para servir a coroa e o povo da Grã-Bretanha com graça, dignidade e honra. Deus abençoe a criança e desejo-lhe saúde e felicidade e os meus parabéns à minha querida filha duquesa Meghan e ao príncipe Harry. E Deus salve a rainha."

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG