Premium Guerra das Estrelas. Uma força invencível

A Ascensão de Skywalker assinala os 42 anos da estreia da saga Star Wars, que começou com George Lucas em 1977. O filme, que desta vez é realizado por J.J. Abrams (também responsável pelo episódio VII), tem estreia marcada para 19 de dezembro.

Em junho, o ator Mark Hamill publicou um tweet dizendo apenas: "My final episode." (o meu último episódio). Aconteça o que acontecer daqui para a frente, o próximo filme de Guerra da Estrelas, o episódio IX da saga, será também o fim de um ciclo: o ator despedir-se-á definitivamente de Luke Skywalker, o papel que interpretou pela primeira vez em 1977, quando tinha apenas 21 anos. Luke, que era o protagonista da trilogia original, filho de Darth Vader e soldado incansável na luta da Aliança Rebelde contra o Império Galáctico, acabou por morrer no episódio VIII, Os Últimos Jedi (2017), juntando-se assim à Força. Pelo que este regresso, além de inesperado, já não será como protagonista: "O facto de eu poder reaparecer deve-se apenas a esse aspeto peculiar da mitologia da Guerra das Estrelas, em que, quando se é um Jedi, pode sempre voltar-se como um fantasma da Força", explicou o ator. Numa das imagens reveladas do novo filme vemo-lo como um guerrilheiro veterano, de longas barbas, acompanhado pelo seu amigo R2-D2.

Ler mais