Premium Padre na fronteira entre o Brasil e a Venezuela: "As crianças sorriem por um pedaço de pão"

Padre José Vicente, um dos sacerdotes enviados à fronteira do Brasil com a Venezuela, diz ao DN que a situação no local "é caótica, crítica e dramática".

"Agora sim, deu, estou a falar aqui de dentro da Igreja Nossa Senhora da Consolata, na Boa Vista", diz o padre José Vicente ao DN, ao conseguir, finalmente, um lugar com rede de telemóvel numa região da capital do estado de Roraima, onde pelo menos 35 mil pessoas se abrigam, com fome, desde o fecho da ligação entre a Venezuela e o Brasil pelo regime de Nicolás Maduro.

"Chegámos no dia 23 de fevereiro, via Manaus [capital do Amazonas], íamos para Ciudad Bolívar, na Venezuela, mas com o fecho da fronteira desviámos para Pacaraíma, na fronteira do lado brasileiro, e depois Boa Vista."

Ler mais

Exclusivos