Exclusivo Jorge Fonseca: "Espero voltar a dançar no Japão, quando for campeão olímpico"

Sem poder praticar judo, já que a modalidade exige bastante contacto físico, tem treinado com muita corrida e outros exercícios para manter a forma. Está focado nos Jogos Olímpicos, adiados para o próximo ano, de onde quer sair com uma medalha de ouro. E promete voltar a fazer a dança da vitória como campeão olímpico.

A dança com que Jorge Fonseca festejou a vitória no campeonato mundial de judo, o ano passado em Tóquio, correu mundo. Celebrava aos 26 anos a primeira medalha de ouro de um português em mundiais da modalidade, no seu caso, na categoria dos 100 kg. O atleta, natural de São Tomé e Príncipe, tem aproveitado as limitações de mobilidade geradas por esta pandemia para estar com a família, sobretudo com o filho. Não sente falta de nada, apenas tem saudades de competir, da "alegria do tapete".

O judo é uma modalidade que vive do contacto humano, como é que tem treinado?
A covid-19 impede que treine judo, precisamente porque é uma modalidade que exige muito contacto físico. O que tenho treinado é corrida, tento manter a condição física até voltar ao ativo. Eu e os meus colegas do Sporting temos estado a fazer exercício, com muita vontade de voltar a treinar e a competir com a máxima força.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG