Premium O Misty Fest faz dez anos. E vai espalhar-se por Portugal

A cumprir a décima edição, o Misty Fest alarga-se neste ano a 12 salas de dez cidades portuguesas. A partir de hoje e até ao fim do mês, vão ser mais de duas dezenas de concertos, entre regressos e estreias como a da cantora espanhola Travis Bird, que pela primeira vez atua fora do seu país.

É ao som de Melingo, em cuja música se fundem a tradição do tango com referências a mestres como Serge Gainsbourg, Nick Cave ou Tom Waits que tem início, hoje à noite, mais um Misty Fest, um festival de perfil abrangente, tanto no alinhamento como na dispersão geográfica, como mais uma vez se comprova nesta décima edição.

O músico argentino, que atua no Convento de São Francisco, em Coimbra, é um dos poucos do cartaz deste ano a apresentar-se num espetáculo único, a par do que acontece também com a cantora espanhola Travis Birds, uma das mais recentes revelações da música independente do país vizinho, cujo concerto no Teatro de São Luiz, em Lisboa, a 6 de novembro, marca mesmo a sua estreia ao vivo além-fronteiras, como fez questão de salientar nesta entrevista ao DN.

Ler mais