Premium Metallica: "Vocês têm uma grande sorte em viver neste país"

Os Metallica estão de regresso a Lisboa, para dar início à digressão europeia da WorldWired Tour no Estádio do Restelo. Há uns dias que Robert Trujillo, o baixista, cá está, como é seu hábito, para uns dias de surf e de convívio com os amigos portugueses.

"Adoro este país, se não vivesse tão longe gostava de ter cá uma casa", diz, com os olhos postos no horizonte marítimo de Cascais, enquanto caminha desde o centro da vila até ao hotel onde desde há alguns anos fica hospedado, sempre que os Metallica atuam em Portugal. O baixista da banda californiana, Roberto Trujillo, de 54 anos, sabe do que fala, afinal é visita regular do país desde 2003 - e não só quando há concertos.

Tinha então ingressado nos Metallica, em substituição de Jason Newsted, num dos períodos mais conturbados da banda, quando um português, que acabara de conhecer nos bastidores do festival alemão Rock am Ring, o desafiou a vir surfar na Costa Vicentina. Veio com alguns amigos na semana seguinte, foi tocar a Madrid e regressou poucos dias depois, trazendo consigo o guitarrista da banda, Kirk Hammett. Nesse ano e nos seguintes, voltou mais algumas vezes, sempre para a Costa Vicentina, onde foi criando uma pequena rede de amigos.

Ler mais

Exclusivos