Uber volta a perder licença para operar em Londres

Alteração no sistema permitiu que motoristas não autorizados carregassem as suas fotografias noutras contas. Empresa tem agora 21 dias para recorrer.

Em apenas dois anos, a Uber perde pela segunda vez a sua licença para operar em Londres, no Reino unido. Segundo o regulador dos transportes da cidade, a aplicação coloca a segurança dos passageiros em risco, adianta a Reuters.

Uma alteração no sistema da Uber permitiu que motoristas não autorizados carregassem as suas fotografias noutras contas, podendo assim transportar passageiros como se fossem o motorista reservado através da aplicação. De acordo com a Transport for London (TfL), a falha tornou possíveis pelo menos 14 mil viagens.

"É inaceitável que a Uber tenha permitido que os passageiros entrassem nos carros com motoristas provavelmente sem licença ou seguro", afirmou Helen Chapman, diretora de licenciamento, regulamentação e cobrança da TfL, esta segunda-feira, dia em que a licença da plataforma expira nesta cidade.

A empresa tem agora 21 dias para recorrer da decisão e pode continuar a operar durante todo o processo, o que "provavelmente levará a ações judiciais", indica a agência noticiosa.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG