Uber reforça centro tecnológico em Portugal com mais 200 pessoas

Empresa norte-americana volta a apostar no mercado português para prestar serviços na Europa cinco anos depois da primeira viagem.

A Uber vai reforçar a equipa em Portugal até ao final deste ano. A empresa norte-americana vai contratar mais 200 pessoas para o seu centro tecnológico, que foi instalado em Lisboa no final de 2017 e que já conta com 400 pessoas. Este anúncio foi feito no dia em que a plataforma de transportes completa cinco anos desde que fez a sua primeira viagem em Portugal.

"Até ao final de 2019, a Uber pretende contratar mais 200 profissionais para trabalharem no centro de excelência em Lisboa. Há cinco anos que a Uber faz parte da vida dos portugueses. Isto não teria sido possível sem uma vasta comunidade de motoristas, parceiros de entrega e restaurantes", assinala Mariana Ascenção, diretora de comunicação da empresa norte-americana para o mercado português.

O centro tecnológico da empresa norte-americana presta apoio às viagens realizadas em toda a Europa, serve os utilizadores, motoristas e restaurantes da aplicação de entrega de comida Uber Eats e ainda tem contribuído para a marca melhorar os seus serviços, políticas e processos internos.

Em Portugal, há 8000 motoristas parceiros da Uber

Portugal, graças a esta unidade, também tem sido palco de estreia de algumas inovações na oferta da Uber. Em fevereiro, Lisboa foi a primeira cidade europeia a usufruir do serviço de partilha de bicicletas elétricas Jump, que começou com 750 unidades. Atualmente, já há 1750 bicicletas Jump a circular na capital portuguesa, centenas delas fabricadas em Águeda.

Antes disso, em março de 2016, Lisboa e Porto foram as duas primeiras cidades a contar com carros elétricos no serviço de transporte de passageiros, através do serviço UberGreen. Esta opção acabou por ser estendida a mais cidades dentro e fora da Europa.

A Uber chegou a Portugal em julho de 2014, com o serviço UberBlack, que transportou passageiros em automóveis de gama superior. Só que a plataforma passou a ser conhecida em todo o país em dezembro desse ano, com o serviço UberX, que gerou forte contestação dos motoristas de táxi por falta de regulação na lei portuguesa - o que só viria a acontecer a partir do final do ano passado.

Desde a chegada da plataforma de transportes a Portugal, já foram realizados mais de 2,5 milhões de downloads da aplicação. Há 8000 motoristas parceiros da Uber.

Em novembro de 2017, chegou o serviço de entrega de refeições Uber Eats, que começou com 90 restaurantes parceiros em Lisboa. Atualmente, há mais de 2000 restaurantes aderentes em 19 cidades.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG