Segurança Social deixa de enviar carta-cheque a 100 mil beneficiários

Pagamento de prestações sociais vai passar a ser feito por vale postal depois de CGD ter desistido de prestar os serviços.

A carta-cheque da Segurança Social para pagamento do subsídio de desemprego e outras prestações, bem como de algumas pensões, vai acabar, afetando cerca de 100 mil beneficiários. A Caixa Geral de Depósitos comunicou que não pretende continuar a renovar contrato em condições que considera “penalizadoras”. Nos próximos meses, a Segurança Social pretende passar estes pagamentos para os balcões dos CTT. Mas também aqui há dificuldades, com queixas de atrasos devido ao encerramento de muitos balcões.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG