Santander recupera negócio de cartões do Popular em Espanha e Portugal

A operação será concluída no segundo semestre de 2018 depois de receber as habituais autorizações das autoridades de supervisão competentes

O grupo espanhol Santander vai recuperar o negócio de cartões de crédito dos clientes do Banco Popular em Espanha e Portugal, o que lhe vai permitir "melhorar a estratégia comercial e facilitar o processo de integração" daquele banco.

Numa comunicação enviada esta segunda-feira à Comissão Nacional do Mercado de Valores espanhola (CNMV), o Santander informa que vende a sua participação de 49% do fundo de capital de risco Wizink à empresa norte-americana Varde Partners, que já tinha 51%.

O acordo também inclui a transferência da Wizink para o Santander do negócio de cartões de débito e de crédito dos clientes do Banco Popular em Espanha e Portugal.

O grupo espanhol explica que espera que as duas operações tenham um impacto positivo no rácio 'Common Equity Tier 1 (CET1) "fully loaded' de cerca de 10 pontos base.

O Banco Santander assegura que estas operações não vão ter "impactos significativos" nos resultados do grupo.

A operação será concluída no segundo semestre de 2018 depois de receber as habituais autorizações das autoridades de supervisão competentes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG