Sanções: carta de Centeno discutida ao mais alto nível em Bruxelas

Bruxelas apresentará uma decisão sobre a multa, em menos de duas semanas.

A carta em que Mário Centeno garante que não deixará de avançar com mais medidas caso seja necessário já está a ser analisada pelos peritos da Comissão Europeia e vai estar amanhã em cima da mesa na reunião do colégio de Comissários.

"Estamos agora no processo de análise dos detalhes dos pedidos [de Portugal e Espanha] e faremos uma proposta antes do final do mês, tendo em conta esses pedidos", avançou a porta-voz para os Assuntos Económicos e Financeiros, Annika breidthardt.

O assunto vai ser debatido ao mais alto nível, em Bruxelas, na reunião do colégio de comissário, marcada para amanhã, mas continua a ser "cedo" para fixar o montante das sanções.

"O montante máximo da multa e da suspensão parcial das autorizações dos fundos estruturais está fixada no regulamento e, como se sabe, pode ser reduzida se se justificar. Mas, como amanhã haverá apenas uma discussão [no colégio de comissários], não estamos a especular sobre se a proposta vai ser elevada o que a proposta vai ser", disse a porta-voz, acrescentando ainda que a carta não encerra as explicações que são requeridas ao governo.

"Os contactos estão obviamente em curso. Amanhã teremos a primeira discussão. E, então estaremos em condições para dizer mais alguma coisa sobre a data e o conteúdo", afirmou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG