Quarteirão no Campo Pequeno ganha residência para estudantes e 250 apartamentos

Valor do investimento não foi revelado pelas gestoras de ativos que vão edificar o projeto

São quase 40 mil metros quadrados na Avenida Sacadura Cabral, junto ao Campo Pequeno, que vão ganhar uma vida nova.

As gestoras de ativos imobiliários TPG Real Estate e Round Hill Capital uniram-se para adquirir o único terreno daquela zona central de Lisboa que ainda não está edificado. Os valores do negócio não foram revelados, mas o projeto já está desenhado: vai nascer uma residência para estudantes com 390 camas e serão ainda construídos 250 novos apartamentos.

Na nota enviada às redações, as duas empresas detalham apenas que a residência para estudantes "vai incluir áreas de estudo e lazer para estudantes, assim como espaços comerciais comuns disponíveis para todos os residentes".

Sem adiantar qual a data prevista para a conclusão da obra, as gestoras de ativos destacam apenas que a residência de estudantes será gerida pela Nido Student, uma unidade da Round Hill que já gere outros imóveis do mesmo género da Europa.

"A TPG Real Estate e a Round Hill têm vindo a avaliar o mercado imobiliário em Portugal há vários anos e continuam atentas a novas oportunidades de investimento no país, em linha com a estratégia de investimento da joint venture, que criaram", acrescenta a nota.

Citado no comunicado, Michael Bickford, CEO da Round Hill, salienta que a empresa "continua interessada em investir em novos alojamento para estudantes e no crescimento residencial, em linha com a estratégia de investimento e planos de crescimento em Portugal e noutros mercados europeus".

A gestora de ativos está a desenvolver também o projeto "Tawny Project", no Porto, que terá 560 quartos para arrendar a estudantes, uma área de habitação, comércio, escritórios e serviços. O investimento no Porto é de 100 milhões de euros.

Ana Sanlez é jornalista do Dinheiro Vivo

Exclusivos