Plataforma online Catawiki inicia operações em Portugal

Catawiki liga aqueles que querem comprar e vender artigos exclusivos e únicos incluindo joias, moedas, selos, arte, banda desenhada e carros clássicos

A plataforma de vendas online de artigos exclusivos na Europa Catawiki arrancou a sua operação em Portugal e promete "democratizar o acesso ao mundo dos leilões, até agora reservado a círculos privados".

Em declarações à agência Lusa, o diretor-geral para o mercado ibérico, Alejandro Sánchez, disse que a empresa tem uma expectativa "muito elevada" para Portugal.

"Temos uma expectativa muito alta, mas neste momento não podemos quantificar pelo menos até ter uma tração real dos primeiros meses. Estamos na fase de lançamento e teste. Teremos mais dados dentro de dois a três meses que nos permitam quantificar", disse.

A plataforma arrancou na semana passada em Portugal e, segundo o responsável, já conta com "um grupo interessante de vendedores e compradores ativos em categorias muito interessantes como por exemplo nos vinhos, carros clássicos, arte, joalharia e moedas".

A Catawiki dá apoio aos clientes portugueses com uma equipa de leiloeiros locais e através da equipa em Espanha.

"Temos especialistas leiloeiros que verificam a autenticidade dos artigos e supervisionam os leilões", explicou ainda o diretor-geral para Portugal e Espanha da empresa, Alejandro Sánchez.

A Catawiki está presente na Holanda, Bélgica, França, Alemanha, Reino Unido, Itália, Espanha e agora em Portugal, conta com uma equipa de 400 colaboradores e leiloa mais de 30.000 artigos únicos nos mais de 300 leilões 'online' que lança todas as semanas.

No ano passado foi premiada pela consultora Deloitte como a empresa de tecnologia de mais rápido crescimento na Europa.

A Catawiki é uma plataforma 'online' que liga pessoas que querem comprar e vender artigos exclusivos e únicos incluindo joias, moedas, selos, arte, banda desenhada e carros clássicos, entre milhares de outros artigos de mais de 80 categorias, que se podem licitar em qualquer parte do mundo e em qualquer dispositivo, desde um computador a dispositivos móveis através da sua aplicação para iOS e Android.

De acordo com Alejandro Sánchez, a empresa está "numa fase importante do crescimento e Portugal faz parte desta expansão global".

"O nosso objetivo é termos uma cobertura global até nos tornarmos na casa de leilões 'online' em que pessoas de todo o mundo confiem para comprar e vender os seus artigos", afirma.

Os leilões da Catawiki são em tempo real, lançados a cada sexta-feira, podem variar entre 1 euro e grandes montantes, com uma equipa de mais de 160 especialistas leiloeiros que organizam e supervisionam cada um dos leilões realizado.

"Estes leiloeiros, profissionais das diferentes categorias, tanto nacionais e internacionais, valorizam e garantem a qualidade e autenticidade dos itens que estão a ser leiloados na plataforma, assegurando, também, que cada leilão se desenrola com total normalidade", explica.

A empresa foi criada em 2008, quando os seus fundadores, René Schoenmakers e Marco Jansen, fãs de banda desenhada e novas tecnologias, criaram um catálogo 'online' para organizar a sua coleção, permitindo que outros colecionadores colaborassem na criação do portal.

Em novembro de 2011 realizaram o primeiro leilão 'online', adjudicando por 310 euros um jogo da famosa banda desenhada holandesa Tom Poes.

Entre os itens que foram leiloados pela plataforma incluem-se fragmentos de meteoritos pelos quais se licitou mais de 4.900 euros, um Delorean, o modelo do carro que se tornou popular no filme Regresso ao Futuro, cuja oferta ascendeu a 20.500 euros, a mandíbula de um T-Rex, cuja oferta atingiu os 10.000 euros, ou uma mecha de cabelo de Napoleão Bonaparte, que foi vendida por 2.400 euros.

Para comprar é necessário, depois de fazer o registo, escolher o artigo - podem ser consultadas fotos, descrição do artigo, opiniões de outros usuários sobre o vendedor - e uma vez escolhido o lote, iniciar a licitação.

No decurso do leilão, o usuário pode acompanhar em tempo real a sua evolução a partir do computador ou da aplicação e entrar em contacto com o leiloeiro se tiver dúvidas.

Quando termina, se o preço de reserva for excedido, o vencedor recebe uma notificação por e-mail e é feito o pagamento, através da Catawiki e dentro de três dias úteis o vendedor procede ao envio.

Até ao momento, a Catawiki já recolheu financiamento na ordem dos 86 milhões de euros de investidores mundiais, tais como a Peak Capital, Accel Partner e Lead Edge Capital, entre outros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG