Mitsubishi investigada por novo caso de excesso de trabalho no Japão

A Mitsubishi Electric alegadamente obrigou um funcionário de 31 anos a trabalhar mais de 100 horas extraordinárias por mês

A Mitsubishi Electric está a ser investigada pela justiça japonesa, que considera que a empresa é suspeita de forçar um funcionário a trabalhar um número de horas excessivo, fazendo com que este desenvolvesse uma doença mental e fosse despedido.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG