Justiça portuguesa manda congelar contas de Isabel dos Santos

A justiça portuguesa ordenou o congelamento das contas que a empresária angolana detém em Portugal, no âmbito da "cooperação judiciária" com a justiça angolana, confirmou a PGR.

A empresária Isabel dos Santos tem as contas em Portugal congeladas por ordem das autoridades judiciais. A notícia foi avançada pelo jornal Expresso, esta terça-feira, e confirmada de seguida pelo DN e pelo Dinheiro Vivo.

"Confirma-se que o Ministério Público requereu o arresto de constas bancárias, no âmbito de pedido de cooperação judiciária internacional das autoridades angolanas", esclarece fonte da Procuradoria-Geral da República ao DN e ao DV.

Além das contas de Isabel dos Santos, estarão congeladas também as contas do marido, Sindika Dokolo, e de Paula Oliveira, sócia da empresária. Os bancos serão quatro: Eurobic, CGD, Millennium BCP e BPI.

A filha do ex-presidente angolano está a ser investigada por suspeitas de gestão danosa e evasão fiscal num caso relacionado com a petrolífera Sonangol, envolvendo 115 milhões de dólares.

Esta decisão da justiça portuguesa acontece numa altura em que a empresária angolana está a desfazer-se de participações em empresas portuguesas, como é o caso do Eurobic.

Leia as atualizações a esta notícia no Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG