Governo aumenta abono de família com retroativos a janeiro

Os valores do abono para crianças e jovens foram atualizados e revistos em função de situações de famílias monoparentais e numerosas

Os valores do abono de família para crianças e jovens foram atualizados, aumentando para 148,32 euros nas crianças até um ano e 37,08 euros nas que têm mais de três anos, no caso do primeiro escalão de rendimentos.

De acordo com a portaria hoje publicada em Diário da República, e com efeitos a partir do dia 01 de janeiro de 2018, os valores mensais do abono de família, do abono de família pré-natal, da bonificação por deficiência, do subsídio por assistência de terceira pessoa e do subsídio de funeral são aumentados.

Na sequência dessa atualização, são também revistos os valores das majorações em função de situações de famílias monoparentais e famílias numerosas, tendo por referência os valores fixados para o abono de família.

Segundo a informação divulgada, em relação ao abono de família e tendo em conta o primeiro escalão de rendimentos -- agregado cujo rendimento relevante é igual ou inferior a 421,32 euros -- o valor passa para 148,32 euros para as crianças até um ano, para 91,99 euros para as crianças entre um e três anos até 30 de junho de 2018, para 110,77 para crianças com a mesma idade a partir de 01 de julho de 2018 e para 37,08 euros para as crianças com mais de três anos.

Já os agregados familiares que estejam dentro do quarto escalão de rendimentos -- o último a ter direito a receber esta prestação e cujo rendimento relevante é 2,5 vezes o valor do Indexante dos Apoios Sociais (IAS), ou seja, 1.053,30 euros -- as crianças até três anos têm direito a 28,61 euros até 30 de junho de 2018 e a 38,31 euros a partir de 01 de julho de 2018.

Dentro das famílias mais numerosas, nas quais já haja duas crianças a receber abono, os menores com idade entre um e três anos têm direito a 37,08 euros no primeiro escalão de rendimentos, 30,61 no segundo escalão e 27,71 no terceiro escalão.

No caso das famílias com mais de duas crianças com direito a abono, os valores passam a ser de 74,16 euros no primeiro escalão, 61,22 euros no segundo e 55,42 euros no terceiro, para as mesmas idades.

Para as famílias monoparentais as condições de majoração tanto do abono de família com do abono de família pré-natal passam pela aplicação de 35% sobre os valores das respetivas prestações.

No que diz respeito aos valores mensais do abono de família pré-natal, a prestação fica em 148,32 euros no caso do primeiro escalão de rendimentos, 122,43 euros no segundo escalão e 96,32 euros no terceiro e último escalão com direito a receber.

Em matéria de prestações por deficiência e dependência, a bonificação por deficiência é de 62,37 euros para jovens até aos 14 anos, de 90,84 euros para jovens entre os 14 e os 18 anos e de 121,60 euros para jovens entre os 18 e os 24 anos.

Já o subsídio por assistência a terceira pessoa passa a ser de 108,68 euros.

Por último, o subsídio de funeral fica nos 217,72 euros.

De acordo com a informação explicativa, esta é uma medida que se insere num "processo de convergência gradual e equitativa do valor do abono de família de que beneficiam as crianças entre os 12 e 36 meses, com o valor que é atribuído às crianças até 12 meses, de forma que, em 2019, o valor seja o mesmo, dentro de cada escalão de rendimentos".

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.